No coração do Parque Nacional Phong Nha Ke, patrimônio da humanidade pela Unesco, localizado no centro do Vietnã, fica a maior caverna do mundo, Hang Son Doong. Ela só foi aberta ao público em 2013. Até hoje, mais pessoas estiveram no cume do monte Everest do que nessa monumental caverna vietnamita. Uma cavidade é tão grande que um Boeing 747 poderia voar em algumas partes do seu interior. Seu espaço é fascinante e que os poucos que a visitaram relatam todos a mesma sensação: Será que isto está mesmo no planeta terra?

caverna-vietna-002

As paisagens internas de Hang Son Doong não são encontradas em nenhum outro lugar, pelo menos não nessas dimensões. Enormes estalagmites se elevam do chão e permitem inclusive escaladas. Estalactites esculturais pendem dos tetos e parecem espécies alienígenas. Em certos pontos se tem a impressão de estar entrando numa floresta, em outros nuvens aparecem e envolvem todo o cenário – resultado das condições meteorológicas especiais que reinam no local.
Passagens adornadas com fósseis antigos, oriundos da pré-histórica, atestam a evidência de uma idade geológica estimada em 2,5 milhões de anos, pela ação da água do rio erodindo no arenito dentro da montanha.

son-doong-cave-wallpaper-3

Em 1991, um morador da região encontrou-a, mas, receoso de um estranho barulho que provinha do interior, manteve em segredo a sua localização.
A primeira expedição para descobrir os segredos da gruta foi feita em 2009 grupo de cientistas britânicos da Associação Britânica de Investigação de Grutas, dirigida pelo casal Howard e Limbert Deb. O rapaz não se recordava mais como chegar ao local, mas durante dois meses ajudou os exploradores a cruzar 10 km de floresta para aceder à entrada da caverna. Segundo os espeleólogos, a gruta é difícil de se encontrar por estar completamente coberta pela vegetação.

caverna-vietna-001

Com mais de 5 quilômetros de comprimento, com seções que podem chegar a 200 metros de altura e 150 metros de largura, ela é grande o suficiente para abrigar um quarteirão inteiro da cidade de são Paulo, com 40 arranha-céus.  Seu volume total, já medido, é de 38,5 milhões de metros cúbicos. As mais altas estalagmites do mundo, com até 80 metros de altura, nela foram encontradas.

A caverna tem também ‘pérolas’ raras que são formadas quando a água carregada com sais minerais pinga do teto de uma câmara para formar as pequenas esferas de depósitos minerais.

A gruta fica perto das montanhas Annamite, na província de Quang Binh, próxima à fronteira do Vietnã com o Laos. A cidade mais próxima é Son Trach. O nome Son Doong significa “rio da montanha”.
Mas visitar esse lugar cobiçado pelos amantes do ecoturismo é para poucos. Para proteger a área, apenas 224 pessoas por ano têm permissão para fazer a visita e, mesmo assim, é preciso estar acompanhado de uma equipe de guias e especialistas em segurança, pois é apenas acessível por rapel.

‘Com seus tetos de mais de 200 metros de altura, essa caverna é uma experiência de humildade que não podemos menosprezar’, declarou o fotógrafo John Spies.

 

 

Comments are closed.