Nove novos tipos de cenoura, incluindo uma variedade “extremamente laranja“, foram desenvolvidas por cientistas japoneses.
Uma delas, chamada Amelie, foi criada para ter caroteno extra, o pigmento que faz cenouras ficarem da cor laranja e também um composto bioativo que é um potente antioxidante.
O criador japonês de sementes de cenoura, Taro Takagi, que desenvolveu os novos vegetais, espera se tornar um rei da cenoura em todo o mundo.


Ele desenvolveu as novas variedades de hortaliças usando a criação seletiva. A criação seletiva é um método conhecido na agricultura que seleciona plantas ou animais com características favoráveis para serem criados ao longo de muitas gerações. A planta reproduzida por este processo provavelmente mostrará uma versão exagerada de um traço favorável.
Usando a reprodução seletiva, Takagi desenvolveu nove variedades de cenoura, dentre elas a Christine, que cresce na forma de um cilindro perfeito e no frio. Outra, chamada Emma, é resistente a vários tipos de fungos. As sementes são desenvolvidas no Japão e Europa, mas cultivadas no exterior.
Mas estas novas variedades têm um custos extras, pois os agricultores tem que ser convencidos de que essas cenouras têm melhor rendimento e maior resistência às doenças, e portanto as sementes custam bem mais caro.

Comments are closed.