O tronco da árvore (Ficus macrophylla) se parece com teia e se encontra em um parque na China em Nanning, na província de Guangxi. Esta árvore é conhecida com Spider Web Tree (árvore da teia de aranha).


A figueira estranguladora ou figueira da Austrália cresce se apoiando nos ramos de outra árvore quando suas sementes são depositadas uma sobre a outra ou ao lado, por meio das fezes de animais. Dessas árvores crescem raízes longas, que se enrolam ao redor da árvore hospedeira, tomando o sol da outra árvore e a matando. Depois que a outra árvore morre, o figo estrangulador toma o seu lugar. No caso dessa árvore em particular, a outra foi removida, ficando o espaço vazio da árvore onde ela estava apoiada.


As raízes dessa árvore crescem no alto do tronco e para baixo. As raízes eventualmente atingem e crescem no solo e, em seguida, desenvolvem-se em ramos da árvore em que se apoia. As árvores podem crescer até 15 a 18 metros de altura e têm um diâmetro de que pode ultrapassar 1 metro.


Esta espécie é nativa das florestas chuvosas da costa leste da Austrália. Neste ambiente cresce mais frequentemente sob a forma de estranguladora do que de árvore. A germinação das suas sementes ocorre geralmente ao lado de uma árvore hospedeira. A nova planta emite raízes que após tocarem o solo permitem que se torne autônoma e acabe por estrangular a outra.
Esta figueira é amplamente utilizada como uma árvore ornamental em parques públicos e jardins em climas mais quentes, como na Califórnia, Portugal, Itália e Austrália. Deve ser plantada em locais espaçosos e longe de pavimentos ou muros, pois as suas raízes são extremamente agressivas.

Comments are closed.