A chamada jardinagem de guerrilha, (Guerrilha Garden) é um movimento de ativismo político que consiste em levar um pouco de verde às ruas, como forma de protesto contra a má preservação dos espaços públicos, bem como, os espaços privados negligenciados pelos seus donos.


O plantio é feito sem permissão legal, os”jardineiros de guerrilha” agem como jardineiros altamente políticos visando provocar mudanças através de ação direta.
Foi essa a abordagem que o artista e jardineiro londrino Steve Wheen, de 34 anos, usou para se expressar. Sua proposta não propriamente era de protesto, ele simplesmente via um potencial para o crescimento de alguma planta escondido entre as rachaduras da calçada, enquanto os outros viam apenas decadência e abandono.


Assim, começou a fazer lindíssimas instalações em miniatura nos buracos que manchavam as ruas de Londres. Transformou 150 buracos em cenas de jardins muito pequenas e fez um livro com as imagens e também vídeos com as reações das pessoas ao se depararem com seu trabalho que podem ser encontradas no YouTube.


Steve começou este trabalho em 2012 e continuou durante 3 anos, principalmente nas ruas de Londres e depois lançou um livro com as imagens de cada mini instalação, sendo que a menor tem apenas 10 cms. As fotos compiladas neste livro peculiar incluem muitas cenas, dentre elas uma com um pequeno carro Mini Cooper em um jardim real com soldado e tudo mais, uma cabine de telefone icônica e as reações inestimáveis de londrinos reais confrontados com as estranhas cenas.


Seus jardins são feitos com um composto para o sustrato e plantas de flores que ele escolhe e compra, geralmente custando entre cinco e dez libras cada um, de floriculturas nas proximidades.


Enquanto estes jardins são muitas vezes adições temporárias para as ruas, Steve tem certeza que eles trazem uma impressão duradoura sobre as pessoas que têm a sorte de encontrar o seu trabalho enquanto andam pelas ruas se ocupando de suas vidas diárias.


Muitas vezes elas pensam que ele está protestando, mas ele acredita que Londres é uma cidade com pessoas famintas de espaços verdes e sua mensagem pode ser vista como um convite pois o ambiente é algo que todos nós precisamos pensar mais e mais. Acima de tudo, ele quer provocar sorrisos e um momento inesperado de felicidade, o que consegue com certeza.
O lindo livro de Steve, um “Livro pequeno de jardins pequenos” está disponível em www.thelittlebookoflittlegardens.com.

Comments are closed.