No que se refere a telhas e caixas d´água de amianto é preciso ter em mente que se está lidando com um material muito controverso e perigoso.
O amianto é uma fibra mineral que tem propriedades impressionantes: resistência a altas temperaturas, boa qualidade isolante, flexibilidade, durabilidade, incombustibilidade, resistência ao ataque de ácidos, entre outras. Além disso, é uma matéria-prima de baixo custo, o que levou o amianto a ser considerado o “mineral mágico”, ampliando seu uso ao longo do século XX.
Com o passar do tempo, o “mineral mágico” se transformou em “poeira assassina”.

amianto-001

As constantes doenças causadas em trabalhadores da indústria de amianto, trabalhadores da construção civil, mineiros e mecânicos que lidam com o mineral, foram estudadas e se comprovou a sua periculosidade.
O problema se dá na inalação do amianto. As fibras do pó estimulam mutações celulares dentro do organismo que originam tumores que podem causar o câncer de pulmão, especialmente o mesotelioma que é fatal.
As partículas do amianto, quando inaladas, nunca mais se libertam do organismo. Um câncer de pulmão pode aparecer em um indivíduo 30 anos depois de ele ter inalado a poeira de asbestos, o que dificulta o diagnóstico preciso dos médicos.
Apesar de os problemas de saúde serem mais comuns na indústria, também é necessário ter cuidado com telhas e caixas d’água. Segundo a gerente do Programa Estadual do Amianto do Ministério do Trabalho em São Paulo, há riscos de uma pessoa desenvolver complicações como o câncer, caso possua objetos fabricados com amianto em casa.
A caixa d’água ou telha tem uma fina camada de externa de cimento, mas com o tempo ocorre o desgaste e ele vai liberando as fibras no ambiente. Na fase de instalação de uma telha, por exemplo, é comum que a telha seja perfurada. A poeira que se solta é altamente contaminante.

amiantof

A indústria rebate as críticas e diz que tanto nas fábricas quanto em casa o amianto é seguro. Para o exemplo caseiro, no momento da instalação de caixas d’água e telhas de amianto, é possível que, com a perfuração de parafusos, uma poeira se solte no ambiente, mas o mesmo pode acontecer com o desgaste ou a falta de manutenção.
Para o Instituto Brasileiro Crisotila, não há riscos de tumores ou outras complicações de saúde com a possível aspiração das partículas. De acordo com os defensores do amianto, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) de São Paulo realizou um levantamento demonstrando que as fibras de amianto não se desprendem da principal matéria-prima que compõe o fibrocimento (que tem 8% de amianto em sua composição). Acreditam, portanto, que mesmo sob severas condições de desgaste, as fibras não se soltam.

amianto
Por lei, a recomendação é de que o amianto seja descartado juntamente com resíduos tóxicos, em aterros especializados. Portanto, mesmo com todas as garantias dadas pela indústria, o amianto é um material perigoso e que não tem como ser reutilizado ou reciclado.  meio ambiente não deve sofrer as consequências de um uso irresponsável que ocorre por 70 anos e ainda causa riscos permanentes aos humanos e animais.

Apesar do amianto ser um mineral que ocorre na natureza, sua utilização na indústria da construção civil em países desenvolvidos é proibida devido aos riscos para a saúde.
O amianto é amplamente produzido e usado no Brasil, apesar dos esforços para se banir a substância. O Brasil é o terceiro maior produtor e exportador de amianto, que é vendido para países como Colômbia e México.
O país também é o quinto maior consumidor do produto. As 11 empresas que trabalham com o produto empregam mais de 3,5 mil pessoas diretamente e movimentam R$ 2,5 bilhões por ano.

Comments are closed.