Ainda existem muitas pessoas que insistem em ler jornais impressos todos os dias pela manhã. Porém, muitas vezes as pessoas sequer pensam no impacto ambiental deste hábito, que acaba levando toneladas de papel ao lixo todos os dias. Você já imaginou quantas toneladas de papel de jornais são descartadas no mundo todo? Isso gera um impacto ambiental gigantesco se ele não tiver o destino correto.
Existem também diversas formas de ensinar as pessoas a mudarem seus hábitos, seja com exemplo ou informação, mas com certeza uma das mais efetivas é fazê-las agir de forma natural, e assim rapidamente perceberem a diferença que podem fazer. Simples assim, mostrando claramente a função que elas exercem no mundo.


O jornal impresso tem prazo de validade e geralmente é lido apenas no dia em que foi publicado. Pensando no impacto do seu descarte e numa maneira desse material ajudar o meio ambiente, uma empresa no Japão foi capaz de fazer diferença transformando seus periódicos em veículos de sementes.
O Jornal “The Mainichi” é feito inteiramente de materiais reciclados e no seu papel são compactadas muitas sementes. Após a leitura, é só colocar os pedaços do papel na terra e regar com frequência. A tinta da impressão é 100% vegetal e atua também como fertilizante, o que ajuda as plantas no processo do crescimento. A ação japonesa pode servir de inspiração para as cidades que ainda têm grande circulação de jornal impresso.


Esse jornal diário é popularmente conhecido por seus investimentos em prol da natureza e a ideia foi de uma das maiores agencias publicitarias do Japão, a Dentsu Inc. O projeto foi difundido primeiro nas escolas para sensibilizar os alunos sobre a importância da leitura e a necessidade de conservar do ciclo da natureza, desenvolvendo nas crianças as práticas eco saudáveis da reciclagem.


E, quem diria, o novo jornal é um sucesso de tiragem! O The Mainichi é o primeiro jornal verde do mundo e houve um aumento real no número de vendas do jornal desde então. Antes, a média de exemplares vendidos por dia era de 5 milhões. Hoje, é de mais de 6 milhões. A iniciativa conquista novos leitores a cada dia, além de ser uma maneira de aumentar conscientização das pessoas sobre o meio ambiente.

Comments are closed.